A Diretoria do SINTEC RO participa da inauguração da Agência de Rendas de Pimenta Bueno e Governador reitera que vai defender o “pacote de maldades” contra o servidor público estadual

A Diretoria do Sintec RO esteve presente na inauguração da Agência de Rendas de Pimenta Bueno.

A inauguração da Agência de Rendas de Pimenta Bueno representa uma melhoria no atendimento ao contribuinte e cidadãos em geral, oferecendo melhores condições de prestação de serviço.

O governador Confúcio Moura reiterou junto ao Secretário Adjunto da Sefin que vai insistir na Assembleia Legislativa no “ajuste fiscal” , um pacote de austeridades sugerido inicialmente pelo governo federal, PEC 257, na Câmara de Deputados e, 051 no Senado. Lembrando que a medida chamada de “austeridade fiscal” diz-se como corte de gastos e significa na prática que os servidores públicos assim como os serviços públicos ficam prejudicados por tal medida.

Na ocasião o governador tranquilizou empresários reafirmando que é “corte de despesas”  e o próprio reconheceu que é um anúncio polêmico.

Devastador aos servidores públicos e aos serviços públicos tal pacote de maldade não justifica ser aplicado em Rondônia, cuja condição comparada a outras Unidades da Federação é razoável.

Lembrando que o governador Confúcio Moura aumentou as alíquotas da previdência em dezembro de 2016, onerando mais uma vez o servidor público.

Assim como o governo federal, o governo de Rondônia insiste em tirar dos servidores públicos, precarizando mais e mais a situação dos mesmos.