Sindicatos pedirão ao MP averiguação da suspensão “repentina” do Pecúlio-Iperon

Sindicatos pedirão ao MP averiguação da suspensão “repentina” do Pecúlio-Iperon

Os sindicatos representantes dos servidores públicos estaduais irão pedir ao Ministério Público do Estado a averiguação urgente da suspensão repentina do Pecúlio-Iperon do contracheque do funcionalismo, o que, segundo as entidades, poderá acarretar prejuízos e até comprometer a aposentadoria.

Os sindicalistas entendem que a situação é injusta, já que “há milhares de servidores que contribuem com sua previdência há três décadas e, de uma hora para a outra, esse direito ao seguro lhe é retirado sem qualquer justificativa”.

A questão foi tratada em reunião ocorrida  na sede do Sintero, em Porto Velho, quando os sindicalistas decidiram por unanimidade pela solicitação ao MP, que será formalizado em conjunto. O deputado estadual Anderson Pereira do Singeperon (PV) também estava presente, e se comprometeu em apoiar à causa em prol dos trabalhadores.

Para o presidente do Sinjur, Francisco Roque, é  momento do movimento sindical estar atento, “já que medidas austeras contra os trabalhadores vêm ocorrendo de forma sutil e sorrateira”. E o presidente do Singeperon, Sidney Andrade, reforça dizendo que “os sindicatos estão jutos para defender o futuro do trabalhador. E também contamos com o importante apoio do deputado Anderson Pereira em mais essa luta”.

Se manifestam o Singeperon, o Sindsaúde, o Sintero, o Sinsepol, o Sintraer, o Simporo, o Sindafisco, o Sintec, o Sinjur, dentre outros sindicatos. Além da executiva estadual da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB).

Consequências

Há dois meses os descontos não são realizados pela folha de pagamento; os servidores poderão vir à pagar o passivo acumulado. Outra agravante é que, em caso de sinistro, envolvendo morte ou invalidez, o servidor pode ficar descoberto por não estar contribuindo com o fundo previdenciário do Iperon.

Próxima quarta-feira, dia 08 de fevereiro, representantes dos Sindicatos dos Servidores Públicos vão se reunir para tratar sobre o tema.

Fonte: http://tvdotrabalhador.com/sindicatos-pedirao-ao-mp-averiguacao-da-suspensao-repentina-do-peculio-iperon/