Combate à sonegação leva o Estado do Rio Grande do Sul a nomear 100 novos Técnicos Tributários

Em edição especial do Diário Oficial do Estado do Rio grande do Sul, de 08 de setembro de 2016, foi publicada a nomeação de 100 Técnicos Tributários após 10 anos sem nomeações de novos Técnicos, pois, as últimas nomeações foram em 2006.

Também como em Rondônia, o processo de negociação para conseguir o concurso público, envolveu empenho durante anos para convencimento de combate à sonegação, ampliando os postos de trabalho de Técnicos Tributários com nível superior com resultado que beneficia toda a sociedade na oferta de serviços de interesse público.

Aos colegas do Sindicato do Rio Grande do Sul, Afocefe, os nossos parabéns !

Abaixo reproduzimos a matéria do Afocefe-RS:

 

Um novo Ciclo: Governo nomeia Técnicos Tributários

Após longo período de lutas da categoria e de seu Sindicato, finalmente se concretiza a nomeação dos aprovados no concurso para Técnicos Tributários da Receita Estadual.

Em edição especial do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 08 de setembro, foi publicada a nomeação de 100 Técnicos.

O Afocefe defende, e sempre defendeu, a realização de concursos periódicos e a renovação constante dos quadros como forma de prestar serviços públicos de qualidade, indispensáveis ao Estado e ao bem estar da sociedade.

As últimas nomeações para o cargo se deram em 2006 (concurso realizado em 2001), tendo ficado o quadro dos Técnicos sem qualquer renovação por mais de uma década.

Com a publicação no Diário Oficial do Estado da nomeação de 100 Técnicos Tributários da Receita Estadual, vê-se mais uma etapa da batalha vencida. Aos futuros colegas nomeados damos as boas vindas e neles depositamos esperanças de qualificação da carreira e de exitoso trabalho na Receita Estadual.

O processo da realização deste concurso público foi tão longo que envolveu dois ciclos da Direção do Sindicato. A gestão 2011/2013 fez a conscientização da importância das atividades dos Técnicos e travou incessante luta contra a diminuição dos postos de trabalho, de locais de atendimento e pela manutenção de Postos Fiscais e Turmas Volantes.

Paralelamente, a definição de atribuições compatíveis ao cargo de nível superior, a inserção em todas as funções institucionais da Receita Estadual, em especial na ação fiscal, foi consolidada na Lei 14.470/2014.

As adversidades políticas e corporativas, a alegação de crise nas finanças, obstáculos às nomeações, foram superadas. Vencidos o convencimento político, editais, realização de provas, homologação e agora depois da nomeação, o Afocefe inicia a defesa por lotação dos futuros servidores de forma que a sua utilização se dê em áreas que venham colaborar na superação da maior dificuldade da Administração Estadual, afinal “A Crise é de Receita!”.