Presidente da FEBRAFISCO esteve em Rondônia e reuniu-se com Técnicos Tributários

Marcus Bolpato

Marcus Boupato Presidente da FEBRAFISCO

Na manhã desta quinta-feira (26/03) o Presidente da FEBRAFISCO (Federação Brasileira de Sindicatos das Carreiras da Administração Tributária da União, dos Estados e Distrito Federal), Marcos Vinícius Bolpato, participou da Assembleia Geral do SINTEC-RO (Sindicato dos Técnicos Tributários do Estado de Rondônia) que foi realizada no auditório do SINDSAÚDE.

O Presidente aproveitou a oportunidade para mostrar que a tentativa de excluir cargos que pertencem à carreira fazendária, mas que não possuem a denominação de Auditor Fiscal,  ocorre em vários Estados do País e que, assim como em Rondônia, a principal estratégia é “passar” todas as atividades para os Auditores e não realizar concurso para os demais cargos.

Bolpato enfatizou que vários Estados, por perceberem os prejuízos desta luta fratricida, já resolveram a situação, o Presidente citou: Ceará, Pernambuco, Santa Catarina, Pará e Bahia. Na Receita Federal o problema deverá ser resolvido com a aprovação da MP 660/2014, onde haverá o compartilhamento de atribuições entre Auditores e Analistas, o que promoverá a melhor utilização da mão-de-obra.

Rui Barbosa

Rui Barbosa da Silva Presidente SIFAM

Participaram também da reunião o presidente e o diretor de formação sindical do SIFAM – Sindicato dos Fazendários do Amazonas, Rui Barbosa da Silva Monteiro Violante e Emerson de Oliveira de Queiroz, respectivamente. Na fala dos colegas fazendários, no estado do Amazonas as categorias também vêm sofrendo ataques dos auditores fiscais há vários anos, fazendo com que as ações da diretoria se voltem para diálogos com o executivo e parlamentares, a fim de não concretizar suas intenções maléficas de excluí-los do fisco do Amazonas, servidores concursados, capacitados, habilitados e que trazem ótimos resultados de arrecadação. Estas ações vêm trazendo muitas vitórias aos servidores fazendários do estado vizinho. A experiência deste sindicato traz uma injeção de ânimo nos fazendários de Rondônia para não desestimularem e não desistirem da luta.